Na regra atual, a ANEEL prevê incentivos para usuários da geração distribuída, dentre eles, a isenção do pagamento de tarifas pelo uso do sistema elétrico. Foto: Arquivo pessoal/Alexandre Henklain

Absolar apresenta programa de instalação de placas solares sem custo

A Absolar (Associação Brasileira de Energia Solar) lançou a ideia ao Governo Federal em conjunto com os líderes do Congresso Nacional, de programa para instalação de placas solares para os consumidores de baixa renda, O programa proposto pode gerar uma economia de 817 milhões de reais ao longo de 25 anos para os consumidores de baixa renda.

A proposta lançada pela Absolar surgiu após o Governo e o Congresso terem avaliado a isenção da cobrança de energia elétrica aos consumidores brasileiros de baixa renda que se encontram cadastrados no programa Tarifa Social, por um período de três meses.

O investimento para essa isenção de cobrança de energia elétrica teria um custo de 350 milhões de reais por mês, sendo que no acumulado dos três meses somaria perto de 1 bilhão de reais.

A ABSOLAR, ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE ENERGIA SOLAR IDEALIZOU QUE COM ESSES 350 MILHÕES DE REAIS TORNARIA POSSÍVEL A INSTALAÇÃO DE 87,5 MIL SISTEMAS SOLARES FOTOVOLTAICOS.

Este elevado número de novas instalações de placas solares ajudaria na recuperação de milhares de empregos perdidos ao longo da crise e gerar uma arrecadação direta e indireta de 237 milhões de reais ao longo de 25 anos.

Além dessas vantagens, a instalação das placas solares resultaria ainda em economia de  253 milhões de reais na Conta de Desenvolvimento Energético (CDE), informou o ofício encaminhado pela Absolar aos presidentes da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia; do Senado, Davi Alcolumbre; e ao ministro de Minas e Energia, Bento Albuquerque.

A Associação Brasileira de Energia Solar informou ainda que a instalação das placas solares  pode ser efetuada de forma rápida e praticamente imediata, sendo que as vantagens financeiras seriam sentidas já nos próximos meses, onde se prevê que a atual crise esteja no seu auge.

A Associação Brasileira de Energia Solar reforça a ideia que com este programa proposto agora ao Governo permitiria fornecer um alívio financeiro permanente para a população de baixa renda.

Fonte Portal Energia

Compartilhar