materia curso

Bombas solares auxiliam a agricultura familiar em Roraima

O bombeamento de água feito com equipamento movido a energia solar tem grande potencial para o desenvolvimento da agricultura em localidades mais distantes, onde não existe rede elétrica.

Desenvolvidas para auxiliar pessoas que moram em locais remotos, as bombas solares são também mais econômicas, já que elas não necessitam de combustíveis como o diesel para funcionar, além disso, são mais duráveis e menos ruidosas que as bombas convencionais.

John Briceño, consultor da empresa Hardsol, explicou como fazer a instalação do equipamento durante um treinamento técnico de energia solar.

“O equipamento é muito fácil de instalar, para isso, é necessário apenas escolher um local com boa incidência do sol e perto de uma fonte de água doce e limpa. Os painéis fotovoltaicos desse sistema captam a radiação solar e transformam em energia elétrica, que vai ser utilizada pela bomba, para levar a água até o destino”, destacou John.

Conforme John, entre as vantagens de investir nesses equipamentos, está o fato de não precisar conectar a uma rede pública de energia, além disso, as bombas tem alta eficiência, não fazem ruídos e não precisam de manutenção regular.

Atualmente no mercado, existem dois tipos de bombas solares, que são as de superfície e as submersas.

A bomba de superfície é utilizada para aspirar a água com a ajuda de um tubo de sucção, levando para um reservatório. É um equipamento mais econômico, porém tem um limite de altura, que varia de acordo com a marca.

E a bomba submersa é utilizada dentro de poços, podendo alcançar uma profundidade maior. Por ser mais resistente, pode ser colocada em um ambiente com grande volume de água.

Por Neuzelir Moreira

Compartilhar