eficiencia de energia

Eficiência energética: conheça algumas medidas práticas e simples que reduzem sua conta de energia elétrica

Roraima, mais especificamente Boa Vista, será usado como projeto piloto para o programa de eficiência energética que a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) quer implantar em todo o Brasil.

Para isso, a Aneel lançou edital do leilão de eficiência energética nº4/2020 em Roraima. Atualmente a proposta está sob consulta pública e o Fórum de Energias Renováveis de Roraima vai dar sua contribuição. Um documento está em elaboração pelos técnicos do Fórum e deve ficar pronto nos próximos dias. O coordenador Alexandre Heinklain lembra que a proposta do Fórum está aberta a sugestões de qualquer cidadão que tenha conhecimento do assunto e, principalmente, do edital.

O leilão visa a contratação de Agente para o desenvolvimento de Ações de Eficiência Energética com o objetivo de reduzir o consumo de energia elétrica em Boa Vista, conforme montante definido pela ANEEL por meio de dois produtos: iluminação pública e ampla concorrência.

Eficiência Energética

Eficiência significa fazer mais (ou, pelo menos, a mesma coisa) com menos, mantendo o conforto e a qualidade. Quando se discute energia, eficiência energética significa gerar a mesma quantidade de energia com menos recursos naturais ou obter o mesmo serviço (“realizar trabalho”) com menos energia.

Cada um cidadão pode contribuir para um uso mais eficiente da energia, buscando equipamentos mais eficientes, ou seja, aqueles que usam menos recursos para proporcionar a mesma quantidade de energia útil.

Ao substituir uma lâmpada incandescente (daquelas redondinhas de vidro com um fio que brilha), por uma lâmpada de LED (que utiliza componentes eletrônicos para produzir luz), por exemplo, o consumidor promove uma ação de eficiência energética, pois as lâmpadas de LED consomem até 90% menos que as incandescentes.

Com o objetivo de promover o uso eficiente de energia elétrica, foi criado o Programa Brasileiro de Etiquetagem (PBE), coordenado pelo Inmetro. Ele fornece as informações sobre a eficiência energética dos equipamentos. Desta forma, na hora de comprar um equipamento, a pessoa pode escolher o mais eficiente. Essa etiqueta também estimula a fabricação de produtos cada vez mais econômicos.

Especificamente para eletricidade, existe o Programa Nacional de Conservação de Energia Elétrica, o Procel. Coordenado pela Eletrobras, o programa tem como seu principal símbolo o Selo Procel.

O Selo Procel indica ao consumidor os produtos que apresentam os melhores níveis de eficiência energética dentro da sua categoria (ventiladores de teto, lavadoras automáticas, geladeiras). Assim, se o consumidor for a uma loja para comprar um eletrodoméstico e escolher aquele com o selo Procel, saberá que este produto consome menos energia que outro equivalente sem o selo, proporcionando economia na conta de eletricidade e acarretando menos impactos no meio ambiente.

Por outro lado, os fabricantes de produtos como: lâmpadas, TVs, aparelhos de ar-condicionado, etc. tentam fazer produtos cada vez mais eficientes para receberem o selo Procel, beneficiando toda a sociedade.

Uma geladeira que apresenta a Etiqueta Nacional de Conservação de Energia do INMETRO, que classifica os produtos em faixas coloridas que variam da mais eficiente (A) à menos eficiente (de C até G, dependendo do produto), além de fornecer as informações de consumo de eletricidade e água, que será encontrada nos produtos – dê preferência a produtos classe A com o Selo Procel, que possuem a maior eficiência energética da categoria.

Enquanto a etiqueta do Inmetro informa a classificação dos produtos, o Selo Procel indica que aquele produto que recebeu o selo se destaca em eficiência energética.

É importante observar, na hora de comprar, se os equipamentos possuem este selo, principalmente para os equipamentos de maior consumo mensal. Por exemplo: ar condicionado, televisão, geladeira, máquina de lavar, microondas e chuveiro elétrico.

Além de buscar equipamentos mais eficientes, os cidadãos podem fazer a diferença para o meio ambiente utilizando a energia de forma consciente, evitando desperdícios. Com pequenas mudanças de hábito, é possível economizar na conta de luz, gás ou combustível de automóveis.

Com o aumento da eficiência energética e o uso consciente de energia, serão necessários menos recursos naturais para gerar energia, com menores impactos negativos ao meio ambiente.

Dicas fáceis

Evite acender lâmpadas durante o dia. Aproveite a luz do sol, abrindo bem as janelas, cortinas e persianas.

Terminou de utilizar o computador ou de ver televisão? Então desligue.

Utilize o chuveiro elétrico na posição correta: “verão” quando o tempo estiver quente e “inverno” quando estiver frio.

Evite banhos prolongados, economize água.

Ao comprar novos equipamentos para casa, sempre lembre de optarem por aqueles com selo Procel ou Conpet.

Não abra a porta da geladeira sem necessidade, nem a deixe aberta por muito tempo. Afinal, geladeira não é TV para ficar assistindo.

Evite dormir com a televisão ligada. Se ela tiver recursos de programação, use o timer.

Não deixe as torneiras pingando e verifique se as descargas estão vazando.

Por Nei Costa

Compartilhar