17-06 matéria thamy

Empresários do ramo da energia solar avaliam investimentos no setor

O momento é de se reinventar, ainda mais quando se fala de um dos setores que mais tem crescido nos últimos anos, o da energia solar fotovoltaica. A visão empreendedora tem se voltado para esse sistema que tem um investimento relativamente alto, mas com benefícios duradouros. Foi pensando nisso, e na larga demanda, que muitos empresários tomaram a iniciativa e têm se consolidado no mercado.

Atuando há três anos na área de energia fotovoltaica, a empresa de energia solar Donsol, visou a oportunidade no setor. “Em algumas viagens que fiz percebi o crescimento do mercado e resolvi trazer para Roraima, aqui tem também a qualidade do sol, além de todo o potencial econômico e de custo/benefício para os clientes”, destacou o proprietário Norry Uyalan Rabelo Nascimento.

Outra empresa que escolheu o estado para investir foi a BlueSol Energia Solar, que iniciou os trabalhos esse ano, mas vislumbra potencial para os próximos. O sócio- diretor, Matheus Araujo, diz que decidiu investir porque o mercado ainda é pouco explorado e precisa de mão de obra qualificada. “Fazemos um bem ao planeta e por tabela somos bem remunerados por isso. Energia solar é o futuro, possuindo grandes perspectivas de investimento e retorno financeiro”, disse Matheus.

Já a empresa Multisoluções, observou uma demanda da população que reclamava do alto valor das contas de energia elétrica, e que precisava de uma solução para o problema. “Muitas pessoas buscam soluções para reduzir os custos com as contas de energia, valor esse que pode ser investido em outras prioridades ou até mesmo ser aplicado em outro negócio”, afirmou o diretor- geral da empresa, Daniel David.

Mas além de implantar os sistemas, é preciso qualificar a mão de obra para atuar no setor. John Briceño diretor- técnico da HardSol Energia Solar, diz que com o setor em crescimento, muitas pessoas têm decidido se habilitar. “Ensinare capacitar as pessoas abastece o mercado de excelentes profissionais com muita qualidade para prestar serviço ao cliente que tem interesse em investir no setor solar”, frisou John. A empresa já formou duas turmas, uma delas em parceria com o Fórum de Energias Renováveis no Instituto Euvaldo Lodi- IEL/RR, num total de 40 profissionais qualificados em Boa Vista na área de projetos e instalações.

Assim como em outros setores, as empresas que atuam no setor de energia fotovoltaica tiveram que se adaptar para trabalhar durante a pandemia da Covid-19. “Como é um produto novo, algumas pessoas querem ver de perto o funcionamento e eficiência do sistema, quando atendemos presencialmente seguimos todas as medidas de segurança e higiene recomendadas”, disse Norry, da Donsol.

A tecnologia tem sido uma importante aliada nesse novo cenário. “Não tivemos dificuldades de adaptação para trabalhar nessa situação de pandemia, pois quase todo o processo da BlueSol, com exceção da visita técnica, pode ser realizado à distância desde a apresentação da proposta comercial até a assinatura do contrato já atendemos por meio de sistemas e aplicativos”, afirma Matheus.

Algumas estão investindo ainda mais na divulgação e atendimento aos clientes pelas redes sociais, é o caso da Multisoluções. “Usamos a internet pra mostrar que mesmo com a paralisação a gente tá aqui oferecendo os serviços para os nossos clientes”, destaca Daniel.

Outras empresas estão reforçando aos clientes as vantagens de implantar placas solares nas casas e empresas, principalmente agora durante o isolamento. “Com as nossas promoções as pessoas estão aderindo aos painéis solares para diminuir seus gastos com energia elétrica”, pontuou o diretor-técnico da HardSol.

O empresário e consultor Paulo Soares, da Solares Engenharia e CTS, trabalha e pesquisa sobre energias renováveis desde meados dos anos 80. Ele lembra da inviabilidade da implantação de sistemas de energia solar, na época, por causa dos altos valores, e dos produtos de baixo rendimento. Hoje o consultor celebra os avanços no setor, e deixa uma dica para aqueles que pretendem trabalhar ou investir no sistema de energia fotovoltaica. “É importante que os empresários saiam da informalidade. A melhor coisa é planejar, fazer os projetos de acordo com as normas técnicas e isso você s vai aprender se profissionalizando”, frisou.

Além de ser um mercado em plena expansão, o interesse dos empresários e investidores tem uma outra excelente justificativa o que potencializa investimentos. “Roraima tem um dos melhores índices solarimétricos do país”, destaca Paulo.

 Foto:Multisoluções

 Por Thamy Dinelli  

Compartilhar