informatica-conteudo-pagina

Especialistas da EPE participam de capacitação interna para parceiros do Fórum a respeito da UHE do Bem Querer

O Fórum de Energias Renováveis de Roraima vai promover capacitação interna para representantes das entidades parceiras a respeito dos aspectos técnicos, sociais e econômicos do projeto de construção da usina hidrelétrica do Bem Querer. O curso se inicia na próxima segunda-feira, 21, e se encerra na sexta-feira, 25. O horário é das 15 às 17 horas.

A capacitação terá cinco módulos, sendo três deles apresentados por técnicos especialistas da Empresa de Pesquisa Energética (EPE), órgão vinculado ao Ministério das Minas e Energia (MME). As apresentações serão por meio de videoconferência.

A capacitação para os membros do Fórum terá início no dia 21 e o primeiro tópico será “Planejamento de médio e longo prazo do setor elétrico”. Neste tópico os temas serão: Quem é e qual o papel da EPE; Diretrizes para o planejamento; Cenário macroeconômico; Demanda e eficiência energética.

O palestrante será Allex Yujhi Gomes Yukizaki, engenheiro eletricista pelo CEFET-RJ e mestre em planejamento energético pela COPPE/UFRJ, trabalha na EPE desde 2015 com estudos de mercado de eletricidade, cenários de estudos econômicos e energéticos, eficiência energética e matriz energética.

O segundo tópico terá como temas os Conceitos para a expansão da geração (energia, potência e flexibilidade); Recursos energéticos [potencial disponível]; Recursos energéticos distribuídos – geração distribuída e Características técnicas de cada fonte (flexibilidade e intermitência)

O responsável será Gabriel Konzen, engenheiro eletricista pela UFMT e mestre em energia pela USP, trabalha na EPE desde 2013 desenvolvendo estudos econômicos e regulatórios na área de recursos energéticos distribuídos e energia solar.

Em seguida, a capacitação vai abordar temas como os Aspectos socioambientais nos estudos do planejamento; Análises socioambientais e os Mecanismos de participação social.

Hermani de Moraes Vieira, geógrafo pela UFRJ, especialista em geoprocessamento, trabalha na EPE desde 2006 atuando como consultor técnico e coordenador das análises socioambientais dos estudos para o planejamento da expansão será o palestrante.

Para fechar o primeiro dia da capacitação Simone Quaresma Brandão, matemática pela UCB, trabalha na EPE desde 2009 na área de estudos para o planejamento da expansão da geração de energia elétrica, onde atualmente atua nas avaliações de suprimento de energia e de potência vai falar sobre os seguintes temas: Planejamento da expansão da geração de energia (PDE 2029); Matriz energética e elétrica brasileiras; Premissas e desafios para a expansão (flexibilidade, segurança, etc); Principais resultados e mensagens do PDE, considerando a característica indicativa da expansão das matrizes elétrica e energética.

No segundo dia da capacitação o tópico será ‘Planejamento dos sistemas isolados’. Os temas serão os seguintes: Características dos sistemas isolados; Premissas e instrumentos normativos; Sistemática de trabalho; Produtos e principais resultados; Estudos para atendimento a Roraima (GT Roraima); Objetivo;  Principais resultados; Desdobramentos e situação atual; Leilão para suprimento à Boa vista e localidades conectadas; Regras gerais; Cadastramento e Habilitação técnica; Resultados do Leilão; Outros estudos nos sistemas isolados.

Aline Couto de Amorim, engenheira eletricista pela UFF, especialista em Gestão de Energias Renováveis pela Universidade Estácio de Sá, trabalha na EPE desde 2008 na análise técnica de projetos para os leilões de geração de energia do Sistema Interligado Nacional (SIN) e dos Sistemas Isolados (SIs), no planejamento para atendimento aos SIs, e em diversos estudos de fontes energéticas e de tecnologias como solar fotovoltaica, eólica e sistema de armazenamento de energia, será a responsável pelo tópico.

O tópico seguinte será sobre o ‘Planejamento do sistema de transmissão de energia’. Nele será abordados os seguintes temas: Sistema Elétrico; Sistema Interligado Nacional; Estudos de Transmissão; Principais Atores Envolvidos na Expansão do Sistema; Atendimento a Roraima; o Histórico; Configuração Atual e Configuração Futura; Interligação Manaus-Boa Vista; Conclusões e os Benefícios advindos da interligação Manaus-Boa Vista.

O responsável pelo tópico será Bruno Silveira, engenheiro eletricista pela UNIFEI, atua há mais de 10 anos no setor elétrico e acumula experiência profissional em duas multinacionais de grande porte. Desde 2013 integra a equipe da EPE, desenvolvendo estudos de planejamento e de expansão da transmissão na região Norte do país.

Os Aspectos socioambientais no planejamento da transmissão vai ser o tópico seguinte. Os temas serão os seguintes: Linha do tempo do planejamento, outorga, licenciamento ambiental e implantação; Principais fatores considerados nos estudos socioambientais e Principais desafios.

A palestrante será Kátia Gisele Matosinho, arquiteta e urbanista pela UFRJ, atuou em estudos e planejamento socioambiental em empresas de consultoria e em Furnas Centrais Elétricas. Trabalha na EPE desde 2006, atuando como consultora técnica. Atualmente coordena as análises socioambientais dos estudos para o planejamento da expansão da transmissão.

No dia 23, quarta-feira, a UHE Bem Querer será o centro das atenções. Os temas serão os seguintes: Ciclo de planejamento de uma Usina Hidrelétrica; Estudo de Inventário Hidrelétrico da Bacia do Rio Branco; Estudos de Viabilidade da UHE Bem Querer; Levantamentos de campo e estudos finais.

O responsável pelo tópico será Felipe Moreira Gonçalves, engenheiro cartógrafo e agrimensor pela UFPR, trabalha na EPE desde 2014 com estudos de inventários hidrelétricos de bacias hidrográficas e viabilidade técnica e econômica de Usinas Hidrelétricas.

O tema seguinte da capacitação será Subestação Elevadora e Linha de Transmissão de uso exclusivo da UHE Bem Querer. O palestrante será Bruno Silveira, engenheiro eletricista pela UNIFEI, atua há mais de 10 anos no setor elétrico e acumula experiência profissional em duas multinacionais de grande porte. Desde 2013 integra a equipe da EPE, desenvolvendo estudos de planejamento de expansão da transmissão na região Norte do país.

Os Estudos de Impactos Ambientais/Rima serão abordados em seguida. Os temas serão os seguintes: Linha do Tempo dos Estudos; Cronograma atualizado; Atividades realizadas e o Plano de Comunicação e Relacionamento.

Laura Castro, arquiteta pela FAU -Mackenzie , especialista em economia urbana e gestão pública e mestre em Arquitetura, Tecnologia e Cidade pela FEC-Unicamp. Ela é coordenadora dos estudos socioeconômicos do EIA/RIMA da UHE Bem Querer, trabalha na WALM desde 2006, com experiência em coordenação e execução de estudos socioeconômicos com ênfase em Avaliação de Impactos Ambientais (RAP, EIVRIVI, EIA-RIMA), Planos Diretores, Plano Ambiental de Conservação e Uso do Entorno de Reservatório Artificial (PACUERA), Programas de Educação Ambiental e Programas de Comunicação Social, para diferentes tipos de empreendimento nas áreas de gestão territorial, petróleo e gás, energia, infraestrutura, saneamento, resíduos sólidos, transporte e mineração.

Os Estudos do componente indígena será o tema da aula de Glauce Maria Lieggio Botelho que é engenheira florestal pela UnB, especialista em Gestão Ambiental e advogada membro da Comissão de Meio Ambiente da OAB/RJ, trabalha na EPE desde 2007, atualmente é Superintende Adjunta de Meio Ambiente. Dentre as suas atribuições está a gestão e fiscalização do contrato dos Estudos do Componente Indígena da UHE Bem Querer.

No penúltimo dia da capacitação, os membros do Fórum de Energias Renováveis de Roraima vão  falar sobre as Alternativas Hidrelétrica à Hidrelétrica do Bem Querer. Na sexta-feira, 25, todos os participantes da capacitação vão participar de um debate sobre o projeto da UHE Bem Querer.

Por Nei Costa

Compartilhar