Design sem nome (3)

Leilão para Sistemas Isolados atendendo 23 localidades na Amazônia é realizado na manhã desta sexta-feira,30

Poderão participar do certame, usinas a gás natural, óleo diesel ou fontes renováveis, em cinco lotes. O objetivo é atender a 23 localidades nos estados do Acre, Amazonas, Pará, Rondônia e Roraima, com potência requerida total de 97,28 MW. O Leilão para Suprimento dos Sistemas Isolados é realizado nesta sexta-feira, 30, pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) e Câmara de Comercialização de Energia Elétrica (CCEE).

O leilão será totalmente virtual e realizado sob as diretrizes da Portaria Ministério de Minas e Energia (MME) n° 341, de 11 de setembro de 2020. O período para suprimento terá início em 1º de abril de 2023, se estendendo por até 180 meses, a depender de cada localidade e fonte de geração de energia elétrica.

Os preços iniciais serão os seguintes: R$ 1.293,00/MWh para o Acre (AC); R$ 1.308,00/MWh para o Amazonas (AM); R$ 1.438,00/MWh para o Pará (PA); R$ 1.393,00/MWh para Rondônia (RO) e R$ 1.253,00/MWh para Roraima (RR).

Desde o início de formatação do edital para o leilão, o Fórum de Energias Renováveis de Roraima, junto com parceiros, enviou propostas de melhorias técnicas fundamentais para atender as demandas da região e contribuir com o avanço na produção de energia limpa. Por exemplo, foi reforçado por participantes do Fórum a importância de acelerar a transição energética na Amazônia, a necessidade de limpar a matriz energética, e substituição do uso de óleo diesel por fontes renováveis como a solar, biogás, e biomassa para reduzir a Conta Consumo de Combustíveis (CCC) ao longo do tempo de forma sustentável.

As propostas feitas por membros do Fórum de Energias Renováveis foram destacadas pelos diretores da Aneel na votação para aprovação- sem unanimidade- do edital, que ocorreu no dia 23 de março, mas que foi publicado sem alterações. Os próprios conselheiros sugeriram considerar essas importantes contribuições nos próximos leilões da Agência, abrindo espaço para as soluções híbridas que atendam de maneira efetiva todas as localidades da Amazônia, já que o leilão aprovado deixa algumas comunidades fora do atendimento com energia elétrica.

O Leilão dos Sistemas Isolados começa às 10h (horário de Brasília) e o público poderá acompanhar a situação dos estados pelo site da Câmara de Comercialização de Energia Elétrica: www.ccee.org.br

Compartilhar